Aprenda a inserir o kiwi na sua alimentação

Sliced kiwi fruit - Fique de Boa
Sliced kiwi fruit - Fique de Boa

Exótica, azedinha e com uma cor incrível. Esse é o kiwi, frutinha oriental que conquistou o mundo e ganha consumidores por onde passa. Pequena, esconde diversos benefícios e propriedades singulares.
Para começar, vamos esclarecer por que a futa tem uma coloração verde tão intensa. A cor, mesmo quando a fruta está madura, é por causa da clorofila. “A clorofila é um excelente desintoxicante, auxiliando na eliminação de toxinas do organismo e no excesso de líquido corporal”, explica a nutricionista Melina Aniquini.

Outra curiosidade: apesar de ser originária do sul da China, a fruta recebeu esse nome por causa de um pássaro homônimo da Nova Zelândia que é marrom, peludo e pequeno. E mais: o kiwi é considerado uma baga – denominação para fruto carnoso, com várias sementes. Nessa família também estão a framboesa, o morango, o mirtilo e muitas outras frutas. Esse tipo de fruta possui propriedades nutritivas superiores a outros frutos. Melina observa que o kiwi possui vitaminas C, E, B2, B3, B6 e A, e minerais como potássio, magnésio, cobre e ferro. “O destaque vai para a Vitamina C. Seu conteúdo quase duplica o da laranja e o do limão”, diz. Por isso a fruta é um excelente agente para melhorar o sistema imunológico. Junto com o ferro e o cobre, também atua contra a anemia.

O kiwi é uma fonte muito importante de folato ou ácido fólico. “Na gravidez é indicado o seu consumo, pois o folato contribui para prevenir as malformações fetais”, esclarece a especialista. No entanto, a fruta também é bem vinda em casos de cicatrização e durante a fase de crescimento.

Sugerimos também:  Os fundamentais cuidados com a saúde dos homens

As fibras vegetais solúveis do kiwi atuam reduzindo a absorção do colesterol, diminuindo seu nível no sangue. A fruta também reduz a coagulação do sangue e os triglicerídeos, aumentando a saúde do coração.
Segundo Melina, o kiwi possui 3,4g/100g de fibras, a maior parte do tipo solúvel, como pectinas e mucilagem. “O kiwi supera a maioria das frutas frescas como a maçã (2,7g/100g) e a ameixa (1,5g/100g) em conteúdo de fibra”, esclarece a nutricionista.

O trato intestinal também se beneficia dessas fibras do kiwi. Elas funcionam como uma vassourinha, varrendo as toxinas e ainda evitam prisão de ventre. A actinidain, uma enzima da fruta, ainda dá uma mãozinha na digestão, tendo o efeito similar ao da papaína do mamão. Ainda se tratando das fibras, o kiwi é indicado para pessoas com diabetes. Combinadas com o baixo índice glicêmico, elas não elevam os níveis de açúcar no sangue.
E quem quer emagrecer, pode usar e abusar do kiwi? Sim! Uma frutinha média contém aproximadamente 50 Kcal. Isso, aliado aos benefícios já citados fazem um conjunto completo e favorável para quem quer perder uns quilinhos.

O kiwi ainda tem outro porém: é uma das frutas mais alcalinas que existem. “Por ser alcalino, tem uma quantidade importante de minerais que substituem o excesso de alimentos ácidos que consumimos. O ideal é equilibrar o organismo ácido/alcalino e garantir uma pele mais bonita e também ficar resistentes a algumas doenças”, aconselha Melina.

Sugerimos também:  Massagem diminui a celulite e acaba com a dor de cabeça

O ponto negativo do kiwi atende pelo nome de oxalato. Ele é o produto final do metabolismo de aminoácidos e do ácido ascórbico. Os oxalatos não podem ser metabolizados no organismo humano e são excretados pela urina. O aumento de oxalato na urina pode levar à formação de cristais e cálculos renais. Mas, para Melina, o equilíbrio é a chave de tudo. “Os oxalatos presentes no kiwi não trarão consequências se a fruta for consumida em quantidade adequada”, alerta. Então, não há contraindicações para o consumo do kiwi.

Na compra, deve-se optar pelo fruto que apresente polpa macia e que não esteja mole nem de aspecto enrugado. Para conservá-lo, a geladeira é indispensável. Super versátil, a fruta é comumente consumida in natura. Mas pode ser parte de tortas, sorvetes, geleias, doces, sucos e até usado como amaciante de carnes. “Podemos utilizá-lo como amaciante de carnes colocando sobre ela fatias da fruta e deixando por um período de 30 a 60 minutos”, ensina Melina.

A especialista alerta, apenas, que apesar de suas propriedades, o kiwi sozinho não faz milagres. “É sempre importante reforçar que uma alimentação balanceada requer o consumo de diferentes tipos de frutas e não somente pelo fato do kiwi ter propriedades nutritivas importantes, o consumo deve ser excessivo”, observa.

Fonte Yahoo| FiquedeBoa

RESPONDER

Por favor escreva seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui