Base e corretivo, existe diferença ?

Base ou Corretivo? Descubra a diferença - Fique de Boa
[intense_dropcap ]P[/intense_dropcap]raticidade na rotina de maquiagem é o que toda mulher deseja, não é mesmo? Aliar “tudo em um” é a nova tendência no mercado da beleza.

Bases e corretivos são exemplos de produtos que agem repondo vitaminas, controlando oleosidade (substâncias que controlam o brilho), matificam e protegem a pele contra os agressores do tempo.

Segundo a dermatologista, Viviane Araújo, peles oleosas devem evitar produtos com múltiplas funções por possuírem vários ativos que sobrecarregam os poros provocando acne. Nesse caso, a dica é usar base mate com proteção solar, evitando o uso de pó e também de corretivo.

Dependendo dos ativos, a partir dos dezesseis anos já “esta liberado” o uso de bases e corretivos com proteção solar, sempre com fator a partir de 25/30. Menos que isso, é baixíssima a eficácia do produto.

“Comece o uso a partir dos vinte e cinco anos de idade”

Se o objetivo é diminuir a ação do tempo, a dica da Dra. Viviane é: “comece o uso a partir dos vinte e cinco anos de idade”. Já para as odiadas olheiras, o corretivo apenas ajuda a disfarçar, pois a eficácia em amenizá-las com produtos ainda é pobre e ineficaz.

Sugerimos também:  Dormir com maquiagem: por que evitar?

Em se tratando da diferença entre a base e o corretivo, no quesito anti-idade, a Dra. Viviane afirma que não existe nenhuma. Agindo cada um a seu modo, porém, quando associados a produtos antienvelhecimento, os mesmos possuem baixa eficácia comparando com anti-rugas comuns sem maquiagem.

Colaborado por Lidiane Morais @lidimoraistv | Fique de Boa

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Por favor escreva seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui