Corra! sua vida pode melhorar

Corra! sua vida pode melhorar
Corra! sua vida pode melhorar

São inúmeros os relatos de pessoas que tiveram histórias de superação através da prática de esportes. Tornei-me uma apaixonada por corridas e especialmente corrida de rua, onde encontro uma legião de corredores que como eu, iniciaram os passos na corrida por alguma busca, história, metas…

Compartilho com um colega companheiro de corrida este depoimento, onde o mesmo faz o seu relato:

“Meu nome é Elan Martins , tenho 28 anos de idade.

Sempre gostei muito de esportes, joguei bola, surfava, jogava horas de vôlei, até que um dia na academia senti uma dor no pescoço fazendo exercícios com pesos, onde senti uma dor insuportável descendo pelo nervo atrás do pescoço até o dedão do pé esquerdo. Pensei comigo mesmo, isso é apenas um torcicolo, em poucos dias isso passará. Resolvi então, procurar um médico especialista em coluna.

Fiz então a ressonância magnética da coluna onde encontraram uma hérnia de disco L5 com nervo ciático inflamado.

Com isso fiquei preocupado, pois o médico informou que durante um tempo, eu deveria não mais fazer esportes, pois isso prejudicaria mais a coluna.

Comecei a pesquisar na internet sobre hérnia de disco, vi depoimentos de pessoas que passaram e passam por isso, onde disseram que fisioterapia, acupuntura e RPG, fariam a diferença.

Comecei após 2 meses do ocorrido, a realizar este tipo de tratamento. Fiz praticamente 35 seções de  fisioterapia, mas nada adiantou.

Busquei um Massagista já falecido, professor da USP de Judô, 85 anos de idade.  O mesmo informou que com a massagem iria melhorar, porém, jamais eu poderia voltar a fazer esportes.

Fiquei bem chateado com esta noticia, mas continuei com as seções de massagem, pois estava me sentindo melhor e descartei a possibilidade de fazer acupuntura, fisioterapia e etc.

Queria mostrar a ele que independente disso tudo que estava acontecendo comigo, eu iria superar e voltar a fazer o que eu realmente gostava, o esporte.

Após 3 semanas de tratamento intenso, comecei a melhorar e isso durou quase 1 ano para eu não sentir mais dor.

A dor sumindo comecei a fortalecer a musculatura com natação, hidroginástica e etc. Até que um amigo de trabalho me chamou para fazer uma corrida de rua, dizia ser muito boa, pois já teria participado de outras.

No dia da prova, aquela ansiedade de começar logo, pessoas jovens, pessoas com deficiências, pessoas idosas entre outras. Isso me deixou com mais vontade de correr.

Ao dar a largada aquele arrepio, um monte de gente correndo na mesma direção, outros magros, outros gordos, mas sempre no mesmo objetivo, completar a prova.

No percurso da corrida, me deparei com um jovem correndo com uma perna mecânica e isso foi mais um incentivo para que eu continuasse bem na corrida, mesmo cansado, continuei firme e forte, querendo cumprir o meu objetivo que era chegar até o fim da linha de chegada.

Quando avistei a linha de chegada, meu corpo começou a arrepiar, as pessoas te olhando, a música tocando, uma sensação sem igual. É uma sensação que só quem já participou 1 vez de corrida se quer, pode dizer como é gostoso sentir este prazer que é a corrida de rua.

Eu sempre fui um homem muito extrovertido, disposto para tudo, mas confirmo e aprovo, a corrida é um dos esportes que me deu e me dá mais vontade de fazer as coisas.

De lá para cá venho buscando além da qualidade de vida, um desempenho melhor a cada corrida, aliás, isso é o que me motiva mais. As dores não apareceram mais,  portanto, continuo criando metas a longo prazo e dentro desse prazo existem submetas, sendo uma delas a conseguir correr uma Maratona de São Silvestre.

Falando em benefícios, a corrida sempre te trará coisas boas, você exercitando seu corpo diariamente, você estará garantindo disposição para o seu dia a dia, poderá praticar em qualquer lugar que estiver sem ter preocupações com aparelhos de ginástica, aumentará o seu fôlego por estar realizando um exercício aeróbico, perde peso com facilidade, previne muitas doenças como o risco de doenças cardíacas principalmente, melhor muito a auto estima, exercita a cabeça e claro, para a maioria dos corredores, amplia o círculo de amizades.

Então fica meu depoimento, correr não é bom, é ÓTIMO!”. Complemento nosso depoimento com meu relato do quanto fico de boa com a corrida:

“A corrida me trouxe de volta ao contato com a natureza,  algo que a muito estava esquecido em meio a agitação do stress do dia a dia,  pois busco sempre treinos em lugares arborizados ou onde a natureza predomina, com isso, durante o treino ocorre toda a união do prazer da prática do esporte, apreciando durante o percurso a natureza, relaxando ao respirar ar puro ao som de uma motivadora música.

Os resultados que são inúmeros nos traz a disciplina no esporte para o alcance dos objetivos traçados. Além da disposição, a perda de peso ocorre gradativamente de forma saudável juntamente com a alimentação balanceada. Como a corrida manda beijo e tchau para a ansiedade  e o stress a alimentação melhora muito,  pois desejos por aquele chocolate, doces ou mesmo aquele cardápio gorduroso passa longe…

Você sente a necessidade de se alimentar com coisas mais saudáveis e ingerir muito líquido.

No ambiente de trabalho o rendimento aumenta e seu ânimo contagia as pessoas tornando o ambiente uma atmosfera positiva e dinâmica.

Todo esse bem estar proporcionado pela corrida nos traz a qualidade de vida ideal para sentir-se saudável, sentir-se de bem consigo mesmo e além do prazer de sermos capazes de conquistar quilômetros recordistas e novas amizades trazendo-nos a proximidade de pessoas maravilhosas com histórias de superação a caminho da largada e da chegada juntos com você. Eu amo correr!’.

Por Janaina Gomes e colaboração de Elan Martins

RESPONDER

Por favor escreva seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui