Má postura compromete a saúde e pode aumentar sua barriga

Má postura compromete a saúde e pode aumentar sua barriga
Má postura compromete a saúde e pode aumentar sua barriga

Uma má postura pode deixar qualquer pessoa com um aspecto menos favorável à sua beleza natural, inclusive colocando algumas partes do corpo mais expostas do que deveriam estar, como a barriga, por exemplo. Uma maneira então de resolver isso é a partir de uma técnica bem específica da fisioterapia, o Método Busquet. Ele é capaz de devolver ao corpo uma postura adequada e, consequentemente, diminuir o abdômen destacado. O Método Busquet é uma técnica que identifica tensões no corpo que tendem a ser base das deformações, disfunções e dores. Tudo isso é identificado por meio de uma avaliação completa e global, buscando o entendimento da causa do problema e não simplesmente da sua consequência. De acordo com o fisioterapeuta e especialista no assunto, Leonardo Machado, o objetivo do método é trazer o bem estar geral eliminando dores, reequilibrando funções de todos os sistemas e melhorando a postura. E onde entra perder barriga nisso tudo? A ligação entre o Método Busquet e o desejo de perder barriga é que a técnica ajusta a postura de modo que o abdômen não fica mais tão proeminente. “Mudanças posturais podem favorecer uma melhora da estética corporal através da reconstrução das curvas fisiológicas que ajudam a valorizar o bumbum, barriga e seios”, esclarece Leonardo Machado. O método então é extremamente eficaz nos alinhamentos posturais e com isso o abdômen volta a se estabelecer corretamente. “Citando como exemplo a mudança postural adotada por pessoas que sofrem de problemas gástricos: elas tendem a adotar uma postura corporal voltada ao enrolamento, com o único propósito de promover um alívio às tensões que se localizam no nível do problema. Com este enrolamento temos uma dobra abdominal (barriguinha)”, diz ele. A alimentação desequilibrada também afeta a postura, de certa forma. “Hábitos alimentares inadequados (leite, café, frituras) podem irritar as mucosas do estômago e intestino e, assim, promovem mudanças na postura. Alimentos que dificultam o trânsito intestinal e outros que atuam na fermentação podem trazer eventual distensão abdominal. Dessa forma, o abdômen tende a se dilatar mais e isso não deve ser confundido com gordura. Os exercícios abdominais são contraindicados neste último caso sob risco de aumentarem a pressão intra-abdominal e assim perturbações importantes no funcionamento de todos os órgãos e sistemas corporais”, explica ele.

Sugerimos também:  Compartilhar seu rímel pode infectar o produto com bactérias

Fonte Yahoo | FiquedeBoa

RESPONDER

Por favor escreva seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui