Mulheres compram roupas menores para emagrecer

Mulheres compram roupas menores como incentivo para emagrecer
Mulheres compram roupas menores como incentivo para emagrecer

Mais da metade das mulheres britânicas já passou pela “negação de tamanho”, de acordo com uma nova pesquisa. Se já comprou peças de roupa que eram pequenas para o seu tamanho e prometeu a si mesma que seria capaz de entrar nelas em breve, talvez, você faça parte do grupo.

Um novo estudo descobriu que 48% das mulheres já compraram uma peça de roupa ou lingerie um tamanho menor, como incentivo para emagrecer, enquanto uma em cada 10 adquiriu um item três ou mais tamanhos menor do que o ideal. A pesquisa também revelou que apenas 38% das mulheres admitiriam para as amigas que aumentaram o tamanho do manequim. Ainda, 34% disseram que manteriam o número em segredo, com uma em cinco afirmando que prefeririam fazer compras sozinhas se percebessem que precisam de um tamanho maior de roupas.

Sugerimos também:  Duas em cinco pessoas abandonam dieta da moda na 1ª semana

O estudo, conduzido pela marca de lingeries Bluebella, conversou com 1 mil mulheres e confirmou que a maioria já havia passado pela “negação de tamanho”. De acordo com a pesquisa, uma das razões para o “fenômeno” é a variação de tamanhos entre as marcas: 85% afirmaram que as grifes mais caras apresentam padrões de tamanho menores do que as mais populares. No entanto, o manequim de uma mulher pode variar muito durante a vida e quase metade das entrevistadas disse que já vestiram, pelo menos, três diferentes tamanhos na vida adulta e apenas 5% afirmaram que mantiveram o mesmo manequim.

“As mulheres compram o tamanho errado por não terem se pesado ou medido recentemente ou porque esperam emagrecer em breve”, disse Emily Bendell, fundadora da Bluebella. “A questão é que o tamanho é apenas um número. A coisa mais sexy em vestir uma lingerie que sirva em você é a confiança que isso proporciona”, concluiu.

Sugerimos também:  Sexta-feira é o dia em que as pessoas mais exageram na alimentação

Fonte Terra | Fique de Boa

RESPONDER

Por favor escreva seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui