Quando o seu prazer em beber é um problema?

Entenda como funciona a relação com a bebida e os sinais que marcam o abuso do álcool.

Os conceitos sobre alcoolismo são muito amplos, mas existe um consenso de que a pessoa que não consegue mais viver sem o uso da bebida desenvolveu de alguma forma um hábito ou uma dependência, mesmo que só beba em doses moderadas. O vício se estabelece, justamente, porque muitas pessoas pensam que por beberem moderadamente não são consideradas alcoólatras.

“O problema não é da bebida, mas da relação que o homem estabelece com ela. Esta relação pode ser totalmente doentia”

Geralmente quem abusa do álcool já recebeu muitos avisos, principalmente de familiares e amigos, mas existe sempre a recusa em admitir o problema. O que se ouve, normalmente, é ?paro quando quiser?. A pessoa só vai se dar conta quando acontece alguma perda de performance profissional, algum constrangimento social, ou mesmo algum acidente que afete sua saúde.

Isto é diferente de pessoas ou povos que usam da bebida dentro de um contexto cultural alimentar, mas, neste caso, podem perfeitamente interromper o uso da bebida sem sentir sua falta.

Sugerimos também:  Consumo frequente de álcool cresce 20%

Como identificar se estou abusando do álcool?

Existem diversas formas, a primeira é se propor a passar por um período sem beber, que pode ser de um mês, por exemplo. Nesse período verifique se há mudança do estado de humor, sono, produtividade, irritabilidade, entre outras alterações de comportamento.

Outra forma de identificar que está havendo um exagero é examinar o fígado, que é o órgão do corpo que? filtra? ou metaboliza o álcool ingerido. Quando há excesso de álcool, pode haver aumento de determinadas enzimas hepáticas, demonstrando um comprometimento ou uma sobrecarga hepática que poderá evoluir para uma cirrose

O mais difícil é percebermos que estamos exagerando. Temos que ter a humildade de ouvir a opinião dos outros quando ainda estamos totalmente sóbrios, ou ouvir que após a segunda dose, ou após a terceira caneca, já ficamos alterados. A partir daí existe a necessidade de estabelecermos um limite que será bastante individual, além de ser um compromisso pessoal de nunca ultrapassarmos esse limite.

Sugerimos também:  Bebida aumenta a vontade de comer calorias

Caso perceba que está “passando do ponto”, em determinado momento, se deve parar o uso da bebida imediatamente, e tomar bastante água para se hidratar e diluir a bebida no organismo. Lembrando que nunca se deve beber em jejum ou sem ter ingerido alguma comida, pois, neste caso, a absorção do álcool será muito mais rápida.

Na realidade a bebida pode ser muito boa, tem muitas propriedades que fazem bem à saúde, mas a relação do ser humano com a bebida pode ser totalmente doentia. Então, o problema não é da bebida, mas da relação que o homem estabelece com ela. Beber pode sim, mas se alcoolizar e passar do ponto nunca!

Colaborado Por: Riginaldo Lucareli | Fique de Boa

RESPONDER

Por favor escreva seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui